SempreUPdate

Novidades

Últimas postagens

Lançada primeira versão beta do openSUSE Leap 42.2!

- quarta-feira, 31 de agosto de 2016
O projeto openSUSE informou, por meio de Douglas DeMaio, a disponibilidade da primeira versão Beta do sistema operacional openSUSE Leap 42.2.

O openSUSE Leap 42.2 Beta foi lançado após cinco semanas da terceira e última etapa da versão Alpha, trazendo mais tecnologias GNU/Linux atualizadas e resolvendo muitos problemas relatados pelos usuários durante este tempo.

Versão final do openSUSE 42.2 Leap chegará em 16 de Novembro


O ciclo de desenvolvimento do openSUSE Leap 42.2 Beta contará com mais dois betas, o segundo beta deve chegar no próximo mês em 21 de Setembro, o terceiro beta está programado para 06 de Outubro de 2016.

Depois disso, o openSUSE Leap 42.2 terá dois Release Candidate (RC), um será lançado em 18 de Outubro e outro será lançado em 2 de Novembro. A versão final do openSUSE Leap 42.2 está prevista para sair no dia 16 de Novembro, uma semana após o SUSECon.

Clicando aqui você poderá baixar a ISO do openSUSE Leap 42.2 Beta, mas tenha em mente que nenhum Live CD está disponível, e o sistema operacional suporta apenas sistemas de 64 bits (x86_64). Por favor, comunique os erros que encontra no site https://bugzilla.opensuse.org.

Lançada atualização de kernel para Ubuntu 16.04 usado no Raspberry Pi 2!

-
Relatamos ontem sobre a disponibilidade de novas atualizações de kernel para o Ubuntu 16.04 LTS (Xenial Xerus), bem como para o Ubuntu 12.04 LTS (Precise Pangolin) e Ubuntu 14.04 LTS (Trusty Tahr).

Um dia depois, a Canonical publicou um novo comunicado de segurança para informar a comunidade sobre a disponibilidade de um kernel atualizado para o Ubuntu 16.04 (Xenial Xerus) utilizado no Raspberry Pi 2, corrigindo, assim, oito vulnerabilidades descobertas nos pacotes do kernel para desktops e servidores.

Se você não leu a noticia anterior, podemos dizer que a atualização possui correções para o vazamento de informações relacionados ao Reliable Datagram Sockets (RDS) aplicação de confiança do kernel Linux, um buffer overflow relacionado ao driver USB HID, uma falha na implementação do TCP (Transmission Control Protocol) e alguns problemas com as plataformas PowerPC.

Atualize seu Ubuntu 16.04 LTS


A Canonical solicita que todos os usuários do Ubuntu 16.04 LTS (Xenial Xerus) para Raspberry Pi 2, que atualizem o seu kernel para a nova versão, ou seja, para o linux-image-4.4.0-1021-raspi2 (4.4.0-1021.27), o mais rapidamente possível. A atualização do kernel já está disponível nos repositórios estáveis.

Para atualizar, basta executar a ferramenta de linha de comando APT em um emulador de terminal ou usar um gerenciador gráfico de pacotes, como o Ubuntu Software ou Synaptic Package Manager, e não reinicie o sistema para que as atualizações tenham efeito.

Lançado Fedora 25 Alpha para testes!

- terça-feira, 30 de agosto de 2016
O Projeto Fedora anunciou hoje o lançamento do Fedora 25 Alpha, a distribuição chega com o GNOME 3.21.4 utilizando o servidor Wayland e alimentado pelo kernel Linux 4.8.

Lembrando que o Fedora 25 Alpha é uma versão teste e não deve ser utilizada em produção.

Clicando aqui você poderá realizar o download do Fedora 25 Alpha, a distribuição está disponível para as arquiteturas 32 bits, 64 bits, PowerPC64 e AArch64.

A versão beta do Fedora 25 tem previsão de lançamento no no dia 11 de Outubro, enquanto a versão final tem previsão de lançamento no dia 01 de Novembro de 2016.

Ubuntu 12.04, Ubuntu 14.04 e Ubuntu 16.04 recebem atualizações de kernel!

-
A Canonical informou que estão liberadas as atualizações de kernel para os sistemas Ubuntu 12.04, Ubuntu 14.04 e o Ubuntu 16.04.

De acordo com os avisos de segurança, um total de três vulnerabilidades foram encontradas no Ubuntu 12.04 LTS (Precise Pangolin), cinco vulnerabilidades encontradas no Ubuntu 14.04 LTS (Trusty Tahr) e oito vulnerabilidades encontradas no Ubuntu 16.04 (Xenial Xerus), os usuários são aconselhados a atualizar seus PCs imediatamente e as atualizações são aconselhadas também para os seus derivados que incluem Kubuntu, Xubuntu, Lubuntu, Ubuntu MATE, Ubuntu GNOME, Ubuntu Kylin e outros.

Há correções para o vazamento de informações relacionados ao Reliable Datagram Sockets (RDS) aplicação de confiança do kernel Linux, um buffer overflow relacionado ao driver USB HID, uma falha na implementação do TCP (Transmission Control Protocol) e alguns problemas com as plataformas PowerPC.

Como esperado, a Canonical solicita que todos os usuários atualizem os seus sistemas o mais rápido possível, as atualizações já encontram-se disponíveis nos repositórios.

Novo serviço Open Source da Mozilla verifica segurança em sites

-

Novo serviço Open Source da Mozilla verifica segurança em sites

A fim de ajudar webmasters a protegerem melhor seus sites e usuários, a Mozilla criou um scanner online que pode verificar se os servidores web têm as melhores configurações de segurança. Chamada de Observatory, a ferramenta foi inicialmente construída para uso interno por April King, engenheira de segurança da Mozilla, que foi, então, encorajada a expandi-la e torná-la disponível publicamente.

Ela se inspirou no SSL Server Test, da Qualy´s SSL Labs, um scanner muito apreciado que classifica a configuração SSL/TLS de um site e destaca potenciais fraquezas. Como esse scanner, o Observatory usa um sistema de pontuação de 0 a 100, com a possibilidade de pontos extras e que se traduz em graus de F até A+.

No entanto, ao contrário do SSL Server Test, que apenas verifica a implementação TLS de um site, o Observatory checa uma grande variedade de mecanismos de segurança web. Isso inclui seguranças de cookies, Cross-Origin Resource Sharing (CORS), Content Security Policy (CSP), HTTP Public Key Pinning, HTTP Strict Transport Security (HSTS), X-XSS-Protection, e outros. 

A ferramenta não só verifica a presença dessas tecnologias, mas também se elas são implementadas corretamente. O que o Observatory não faz é verificar se há vulnerabilidades no código, algo que já existe em um grande número de ferramentas gratuitas e pagas.

Em alguns aspectos, alcançar uma configuração segura de site – utilizando todas as tecnologias disponíveis desenvolvidas recentemente por empresas de navegadores – é ainda mais difícil do que encontrar e solucionar vulnerabilidades de código.  “Essas tecnologias estão espalhadas em dezenas de documentos padrão, e apesar de artigos individuais falarem sobre elas, não havia um lugar para os operadoras de site acessarem a fim de aprenderem sobre o que cada tecnologia faz, como implementá-la, e como são importantes”, afirmou King em um post.

Os resultados do teste do Observatory são apresentados de forma amigável, com links para as diretrizes de segurança web da Mozilla, que trazem descrições e exemplos de implementação. Isso permite que os administradores do site compreendam mais facilmente os problemas detectados durante a verificação e os priorizem.

O código do Observatory é open source. Uma API e ferramentas de linha de comando estão disponíveis para administradores que precisam verificar um grande número de sites periodicamente ou que querem executar essas checagens internamente.

Como Instalar o Linphone no Ubuntu, Linux Mint e Derivados

-
Como Instalar o Linphone no Ubuntu, Linux Mint e Derivados

Instale o Linphone no Ubuntu e tenha um serviço VoIP de código aberto que permite aos usuários realizar chamadas de voz, vídeo e conversas de texto com amigos e outros usuários Linphone. E não se preocupe, a PPA é a oficial e sempre que sair alguma atualização você vai receber automaticamente. 

Para instalar o Linphone execute os comandos abaixo:
sudo add-apt-repository ppa:linphone/release
sudo apt-get update
sudo apt-get install linphone

Se não gostou, então remova, execute os comandos abaixo:
sudo apt-get remove linphone

No vídeo abaixo criado por um usuário, você vai ver como configurar o Linphone:

Aprenda Programação com Python – Parte 2

-
Aprenda Programação com Python – Parte 2

Então você achou que programar não era para você? Não é por ser um iniciante que você não possa se beneficiar desse recurso executor de comandos. Mas antes de aprender a manejar um sabre de luz, há um longo caminho a percorrer, Padawan. Felizmente Python está aí para encurtar um pouco as coisas. Se você não leu o artigo anterior, clique abaixo:

Um pouco mais sobre variáveis

Muito bem. Você deve se lembrar de que falamos sobre variáveis no artigo anterior. As variáveis em geral representam coisas do mundo real. A quantidade de maçãs em uma cesta, a quantidade de metros percorridos, o nome de uma pessoa … portanto, cada variável que definimos possui um tipo. Calma, explico:

Vamos recordar a primeira variável que criamos:

>>>X=7

X é uma variável do tipo inteiro. Ela representa um número inteiro. X poderia ser, por exemplo: o número de maçãs contidas em uma cesta. 

Uma declaração melhor seria:

>>> macas=7

Existem muitos tipos em Python, mas para fins didático vamos trabalhar por ora com quatro tipos:

int : Integer – números inteiros;
float :  Flutuante – números decimais;
str : String cadeia de caracteres conhecido como texto para os menos técnicos;
bool : boolean – boleano, que pode ter dois valores verdadeiro (True) ou falso (False). Alguém se lembra da tabela verdade da aula de lógica?

A função type


Para descobrir o tipo de uma variável existe uma função chamada type (calma… eu vou explicar o que é uma função depois, mas você pode dar uma olhada no rodapé se quiser).  Você pode utilizar type da seguinte maneira:

>>>type(X)

Lembre-se que Python diferencia minúsculas de maiúsculas. Portanto, Type é diferente de type e x é diferente de X.
Ok, concluímos que a variável X é do tipo int.

O tipo float

Sempre que quisermos declarar uma variável que possua um valor decimal utilizamos o tipo float. Agora um exemplo de variável do tipo float:

>>>a=7.0
>>>type(a)

Você deve ter reparado que bastou colocar um ponto na declaração de variável para que ela passasse a ser float. Repare que Python utiliza a notação inglesa, diferente do formato adotado no Brasil, que utiliza vírgula.  Se você tentar declarar uma variável do tipo float utilizando vírgula só vai conseguir um erro.

Agora você pode estar se perguntando: a variável X é um número inteiro (int), ou um número decimal (float)? Afinal um número inteiro também é um numero real. Quando devo declarar uma variável como int ou float? Depende. Por ora, se for contar valores fracionários, utilize float, do contrário utilize int.

O tipo Boleano


As variáveis do tipo booleano podem conter apenas dois valores lógicos que são False (falso), ou True (Verdadeiro). Podem ser declaradas diretamente ou através de conversões (já já falaremos sobre isso). Para registrar se uma pessoa é ou não hipertenso poderíamos usar:

>>> hipertenso=True
type(hipertenso)
outras formas de obter o mesmo resultado:

 >>>hipertenso=bool(1)

Quando convertemos um int, ou float de valor 0 (zero) em bool, o valor retornado é False, ou seja, ele verifica se ali existe um valor numérico, ou se o valor é nulo.

>>>hipertenso=bool("False")
>>>hipertenso
True

Quando convertemos uma string de valor diferente de “” (string vazia) em booleano, o valor retornado é True, ou seja, ele verifica se ali existe uma string ou não.

O tipo String


Toda vez que declaramos uma variável como string devemos coloca-la entre aspas (‘ ‘) simples, ou entre aspas duplas (“ ”). O tratamento de strings merece alguns capítulos, mas, por ora ficaremos por aqui.

Escrevendo na tela

Para escrever uma string na tela utilize a função print (imprimir, em inglês)

>>> print("Olá Mundo!")
Olá Mundo!
Você também pode utilizar variáveis:

>>>hello="Hello World!"
>>>print(hello)
Hello World!

Utilizando o teclado para entrar valores

Você pode digitar valores para suas variáveis durante a execução de um programa. Para entradas de teclado utilizamos a função input (entrada, em inglês). Digamos, por exemplo, que você queira que alguém entre com o seu nome para ser utilizado em alguma aplicação:

>>>nome=input("Entre com o seu nome: ")
Entre com o seu nome:_

O cursor vai ficar piscando esperando que você digite a informação solicitada e pressione Enter

>>>nome=input("Entre com o seu nome: ")
Entre com o seu nome: Vinicius

>>>nome
‘Vinicius’

Perceba que o retorno da função é uma string. Como você sabe disso? Simples. Verifique que ela está entre aspas. Portanto se eu desejo um valor numérico devo realizar a conversão do tipo.

 >>>idade=input("Entre com sua idade: ")
‘Entre com sua idade:32
>>>idade
‘32’

Mas, você lembra? Nós queremos um valor inteiro, não string.

>>>idade=int(idade)
>>>idade
32

Você percebeu que nós atribuímos a uma variável o valor de uma função? É exatamente isso. Uma variável pode receber por valor além de tipos, uma função ou mesmo outra variável.

Quando eu faço isso o valor da variável é substituído pelo valor que é atribuído a ela.

Outro exemplo:

>>>altura=input("Entre com sua altura: ")
Entre com sua altura: 1.83
>>>valoraltura=float(altura)
>>>altura
‘1.83’
>>>valoraltura
1.83

Melhorando sua calculadora: Adicionando novos operadores

Até aqui trabalhamos com os operadores básicos da aritmética. Se você observar o exemplo abaixo vai notar que quando somamos valores do tipo int com tipo float o valor é sempre float.

>>>3+2.0
5.0

De volta à calculadora: Novos operadores
// – Divisão inteira serve para obter o valor inteiro da divisão, ou seja, ignora um resto que seja menor do que o divisor.
% – Resto de divisão serve para obter o valor do resto de uma divisão.
** – Potenciação retorna o valor de uma potenciação. Lembre-se que obter a raiz quadrada de um número equivale a elevá-lo a ½
A precedência entre os operadores é a seguinte: **, %,//,/,*,-,+ , da mesma forma que fora do computador. Você pode usar parênteses também.

Exemplos:

4+2+5×6

4+2+30

6+30

36

Em Python:

>>>4+2+5*6 
36
4+(2+5)x6

4+7×6

4+42

46

Em Python:

>>>4+(2+5)*6
46
Qual o quadrado de 2?

>>>2**2
4
Qual a raiz quadrada de 81?

>>>81**(1/2)
9
Juntando tudo
Exemplo 1.

Construir um programa que solicite dois números e retorne a soma deles:

>>>print("Programa soma")
>>>n1=input("Entre com o primeiro número")
>>>n2=input("Entre com o segundo número")
>>>soma=int(n1)+int(n2)
>>>print(soma)

Agora tente:

>>>n1+n2
verifique que ao invés de somar os números ira apenas concatenar as strings que entraram.

Exemplo 2

A professora da Creche “A” quer dividir “n”  frutas entre suas “m” crianças.

Construir um programa para dividir “n” frutas por “m” crianças e retornar quantas sobram.

(Observe: não dividir uma mesma fruta entre várias crianças)

>>>n=int(input("Entre com o número de frutas: "))
>>>m=int(input("Entre com o número de crianças: "))
>>>frutas_por_cria=n//m
>>>frutas_restantes=n%m
print("Cada criança receberá", frutas_por_cria, ", e sobrarão",frutas_restantes)

Repare que você pode utilizar vírgulas entre tipos diferentes (no caso inteiros e strings) para concatena-los.

Bom pessoal, por hoje é só.

Antes de encerrar deixo um desafio:

Construir um programa para calcular a média aritmética de dois números.

Abraços.

Funções:

Você pode pensar numa função como uma máquina de refrigerante. Você coloca uma moeda, escolhe um sabor e espera que ele te entregue o que precisa. Da mesma maneira, você possui um valor, escolhe uma função e ele te retorna algum valor, ou faz alguma coisa por você. Você não precisa saber como a máquina funciona por dentro. O que interessa é o refrigerante. Da mesma maneira não precisa saber como a função funciona. Nós voltaremos a falar de funções.


Conteúdo criado pelo colaborador SempreUPdate Vinicius!

Como instalar o Wallch no Ubuntu, Linux Mint e derivados!

-
Como instalar o Wallch no Ubuntu, Linux Mint e derivados!

Se você gosta de trocar seus papéis de parede no Ubuntu, saiba que você tem que instalar o Wallch, ele troca automaticamente os papéis de parede, e você ainda pode escolher o intervalo da troca, bem parecido com a ideia que já acontece no Windows. O Wallch é compatível com o Gnome3, Unity, XFCE, LXDE e Mate. Então, vamos para instalação, não esqueça de deixar seu comentário sobre a aplicação. 

Para instalar execute os comandos abaixo:

sudo add-apt-repository ppa:noobslab/apps
sudo apt-get update -y
sudo apt-get install wallch -y

Não gostou? Então remova com os comandos abaixo:
sudo apt-get remove wallch -y